Técnica Bad Ragaz

A técnica se define por padrões em diagonal espiral similar ao Kabat, tratamento na horizontal que utiliza as propriedades físicas da água (flutuação, turbulência, pressão hidrostática e tensão superficial).
O bad ragaz se diferencia do Kabat pelo calor da água, realizações de exercícios tridimensionais (tronco), capacidade de arrasto do paciente na superfície da água, possibilidade de realizar exercícios isométricos e isocinéticos simultaneamente e resistência da água.

Posicionamento do Fisioterapêuta: base ampla com transferência de peso de um membro inferior para outro, semiflexão de joelhos, contração abdominal, nível da água no processo xifóide, não realizar rotação de tronco. O Comando de voz deve ser curto e preciso e orientação quanto à ação a ser realizada pelo paciente.
Posicionamento do Paciente é na horizontal com flutuadores na cervical, pélvico e tornozelos.

A Duração do Tratamento no início é de 5 à 10 minutos e no avançado, máximo 30 minutos. Pegadas e contatos são feitas no quadril, perna, tornozelo, cintura escapular e cotovelo flexionado.

My Image

 Indicações 



  • Início de descarga de peso
  • Parkinson, TCE, AVC, paraplegia e tetraplegia
  • Escoliose, hiperlordose, hérnia discal (patologias da coluna em geral)
  • Progressão do trabalho de força muscular em MMII e MMSS
  • Aumentar força e endurance
  • Reeducação muscular
  • Tração /alongamento espinhal
  • Relaxamento
  • Inibição de tônus
  • Aumentar ADM
  • Melhoria do alinhamento e estabilidade do tronco.

 Contra-indicações




  • Condições agudas de costas e pescoço
  • Problemas vestibulares
  • Dor
  • Instabilidade articular
  • Exercitar excessivamente

Técnicas aplicadas


Passiva: o paciente é movido na água para um alongamento de tronco, relaxamento e inibição de tônus.

Isométrico: paciente mantém a posição enquanto é movido na água (posição fixa). A água provê a resistência através da sua velocidade de movimento. Promove contrações estabilizadoras.

Isocinético: resistência graduada controlada pelo paciente. Terapeuta age com um posto fixador enquanto o paciente se movimenta. Terapeuta estabiliza uma parte do corpo enquanto o paciente determina a quantidade da resistência através da sua velocidade de movimento.

Isotônico: resistência graduada e controlada pelo terapeuta, qual age como fator estabilizante porém, este move assim que o paciente é movido na água. O Terapeuta pode assistir ou resistir o movimento.